Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Louca

Me bata, me traia, me atire no medo
Me extermine, exorcize e me fale o segredo.
Me agarre, me excite, me bote de quatro
E me jogue na cama, e tranque o seu quarto.
Se ponha sobre meu corpo, balance devagar
Segure no meu rosto quando tiver vontade de beijar.
Me chame de vaca, de égua ou outro bicho qualquer
Depois lave com o seu líquido, o meu rosto de mulher.
Venha como macho, se apoiar em minha cama
Se deite devagar para acender a minha chama.
Deixe-me toda úmida, molhada,
Arranhe minhas costas, deixe-a toda marcada.
Me ensine o caminho certo
E me avise quando chegar bem perto.
Passe sua mão nas minhas carnes
E desça a sua língua pelo meu corpo.
Masturbarei o seu sexo com a boca,
E quando engolir a sua gota, ficarei louca.
Vou cravar minhas unhas na sua pele morena
E arrancar os seus pêlos de forma amena.
Vou trair a minha excitação
E te torturar com o meu corpo,
Sou sua amante, amiga, mulher
E de todas as maneiras sei que você me quer.
Te prendi na cama do jeito que eu sei,
Usei do meu prazer para aumentar o seu desejo.
Castrei o meu amor para te magoar
Mas não resisti e abri as pernas para você.


Sérgio Corrêa
Enviado por Sérgio Corrêa em 03/01/2006
Código do texto: T93852
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sérgio Corrêa
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 45 anos
68 textos (1745 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:43)
Sérgio Corrêa