Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"A FILHA DA VIZINHA"

Hei! Minha senhora!
Hoje o sol está tão lindo...
e eu na sombra desses coqueirais,
sentado nos cajueiros,
me recordo um tempo atrás;
Ah! Minha senhora...
há pouco eu vi, bem ao longe,
uma criança a brincar...
junto com alguém,
sua mãe, sua tia...ou,
uma pessoa qualquer;
Ah! Minha senhora...
me recordei da lua cheia,
que algum tempo atrás,
era eu, quem ali brincava na areia;
É, minha senhora...
reavivou a minha memória,
quando há tempos atrás
chovendo ou fazendo sol
eu ali brincava, como ele brinca agora;
Lembro-me, até de um balde azul que eu tinha,
para modelar os castelos...
com a filha da vizinha,
aquela minha amiguinha;
Uma garotinha bonita...
quão bonitos, eram seus olhos!
Eu esquecia os brinquedos
para olhar os olhos dela;
Eu de calção, sem camisa,
ela de sunga amarela;
Ah! Minha senhora...
eu me lembro desses tempos
tempos que não voltarão jamais!
Que para sair de casa
tinha que pedir pros meus pais,
hoje é só recordações...
onde eu brincava, aqui, ali, acolá;
Mas daquela menininha...
eu sempre hei de lembrar!
Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 10/01/2006
Reeditado em 08/04/2007
Código do texto: T96695
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Antonio Hugo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
3870 textos (257170 leituras)
185 áudios (36329 audições)
9 e-livros (7402 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 12:43)
Antonio Hugo

Site do Escritor