Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TRAIÇÃO DE CUPIDO

"Posso lhe dizer que me guiastes
por caminhos tenebrosos da paixão
E mesmo que distante de meus desejos
Ainda arde o fogo que passou.
Possuir-me foi um erro,
Abandonar-me foi pior.
Transformaste em fumaça a centelha que surgira
E me embriagaste calmamente no último cálice da esperança.
Oh! Sublime afeição,
O que fizera de minhas quimeras?
Onde escondera a doce visão de teu sorriso?
Que fim guardávas para teu súdito,
Quando no momento, me tiraste a alegria?
Depois de mostrar-me inigualáveis sensações
Me deste do mais cálido e sôfrego beijo,
Pra então, dizimar com olhos de fúria,
Meu inerte coração.
E já abatido, fraquejando em pensamentos,
Pus-me de joelhos em devoção
Enquanto sumiam as luzes, seus passos
E agora, minha honra.
Deixe-me pagar pela escolha insensata!
Deixe-me sofrer por enfrentar a escuridão!
Arrependido estou pela escolha do passado.
A flecha certeira do Cupido traidor.
E o orgulho não me deixa regressar.
Riam de mim os derrotados, chorem por mim os vencedores.
Entregarei à ti o meu corpo que a alma não soube usar,
E com a adága que ergo pela última vez
Dilacero o coração que não soube lhe amar."

Sérgio Corrêa
Enviado por Sérgio Corrêa em 11/01/2006
Código do texto: T97099
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sérgio Corrêa
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 45 anos
68 textos (1745 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:16)
Sérgio Corrêa