Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amigas/os e responsável pelo site: não sei se é permitido. Contudo, como sou um admirador incondicional dos jovens, fico tão feliz quando vejo a juventude abrindo caminho entre tanta podridão do andar de cima que não resisti à tentação de lançar esta notícia deveras alvissareira:  

O PROBLEMA DE CAMÕES SERIA MULHER?


Vestibular da Universidade Federal da Bahia cobrou dos candidatos a interpretação do seguinte trecho de um  poema de Camões:

"Amor é fogo que arde sem se ver, é ferida que dói e não se sente, é um contentamento descontente, dor que desatina sem doer".

Uma vestibulanda de 16 anos deu a sua interpretação:

"Ah! Camões, se vivesses hoje em dia tomavas uns antipiréticos, uns quantos analgésicos e Prozac para a depressão. Compravas um computador, consultavas a internet e descobririas que essas dores que sentias, esses calores que te abrasavam, essas mudanças de humor repentinas, esses desatinos sem nexo, não eram feridas de amor, mas somente falta de sexo!"

Ganhou nota dez. Foi a primeira vez que, ao longo de mais de 500 anos, alguém desconfiou que o problema de Camões era mulher...

nvelasco
Enviado por nvelasco em 01/03/2006
Código do texto: T117526
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
nvelasco
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
83 textos (2620 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 03:52)
nvelasco