CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

A História do Homem - Parte LXXI (Louis Pasteur 1822-1895)

Filho de um curtidor de peles, ele nasceu em 27 de dezembro de 1822, na cidade de Dole, França.

Louis Pasteur se tornou um dos mais importantes químicos e Microbiologista da história.

Foi ele quem descobriu que os micróbios não surgem por geração espontânea e que, além de estarem presentes no ar, podem também causar varias doenças.

Outro mérito do cientista Frances foi ter descoberto que as vacinas podem evitar que estas doenças se manifestem.

Aos dezessete anos de idade, Pasteur se formou em artes pelo College Royal de Besançon, tornando-se orientador de jovens estudantes.
Depois, iniciou seus estudos em química.Em 1847 recebeu o grau de doutor em ciência, sendo indicado para professor de química na Universidade de Estrasburgo.Em 1854, com apenas 31 anos de idade, Pasteur tornou-se professor de química da Faculdade de Ciências da Universidade de Lille.

 Nessa mesma época, a indústria vinícola francesa sofria uma terrível recessão, chegando ate mesmo quase fechar, devido ao fato do vinho tornar-se rapidamente avinagrado. Problema semelhantes passavam os fabricantes de cerveja, que estava apresentando  uma péssima qualidade, sem nenhuma explicação aparente. Depois de algum tempo em que o problema parecia não ter solução, o vinicultores da região de Bordeaux resolveram chamar o professor Pasteur: expert em fermentação da Universidade de Lille.

 Em 1864, ele descobriu que a indesejada acidificação do vinho acontecia pela presença de microorganismos vivos, que não eram gerados pela bebida, e sim que se encontravam no ar. Descobriu também que os microorganismos morriam quando aquecidos a 60° C.

Assim, criou-se o sistema conhecido como pasteurização, que leva esse nome em homenagem ao cientista Frances. Graças a Pasteur, os produtores de vinho, de cerveja e, mais tarde, de leite já sabiam como evitar que os microorganismos estragassem seus produtos.

Em 1868, aos 45 anos de idade, ele foi atingido por uma paralisia (acredita-se que devido a um acidente vascular cerebral) que afetou sua perna e braço esquerdos. Sua recuperação foi demorada e, mesmo assim, não foi total. Ele permaneceu com uma seqüela que lhe obrigava a caminhar arrastando discretamente um dos pés.

Em 1877, Louis Pasteur também foi chamado para tentar descobrir o que estava acontecendo com os rebanhos ovinos e bovinos franceses, que morriam aos montes. Ele descobriu que os animais estavam sendo vitimas de uma bactéria chamada antrax e criou uma vacina que ajudou a praticamente eliminar o problema.

Pasteur fez várias outras contribuições valiosas para a ciência mundial.. Uma das mais importantes deu-se em 1885, quando um menino de nove anos de idade tornou-se o primeiro paciente a ser salvo da hidrofobia (raiva). Sua cura esteve relacionada a uma vacina descoberta por Louis Pasteur.

Apesar de todas as suas descobertas, que deram lucra a muita gente, Pasteur levou uma vida simples, dedicada ao estudo e à família, que sustentava com o salário de professor e uma modesta pensão oferecida pelo governo Frances. Ele morreu em 28 de setembro de 1895 e foi enterrado nos jardins do instituo que leva seu nome, em Paris.

*Texto retirado do Livro 100 Homens que mudaram a História do Mundo* Editorial Prestígio – Bill Yenne
****************************************************

Separei em vários parágrafos para sublinhar (enaltecer) o que eu posso chamar de um dos maiores Homens da História.

Suas descobertas foram sem dúvida algumas responsáveis por muito de nosso bem estar alimentar e de saúde que hoje gozamos.

Sua vida simples e sem ostentação nos coloca aos seus pés, onde vemos que a maior riqueza de um homem não são as suas materialidades, mas sim o respeito e a dignidade que ele adquire na sua caminhada. Todo o mais lhe é acrescentado, paz de espírito, amor, respeito e sabedoria.

Tantas descobertas que mudaram o mundo. Que acrescentaram ao Homem mais tempo de vida, mais higiene alimentar.

E as vacinas, imaginar a dificuldade de testá-las,  num tempo em que deveria ser tabu tomá-las ou imaginar o receio das pessoas em serem experimentos de tais aplicações. Demonstra a persistência com que devem procurados nossos objetivos e os medos que devemos afastar para novas descobertas em nossa própria vida.

Sem dúvida, um dos melhores exemplos para nossa nova geração, que se encontra “sobrecarregada” de jogos na internet, stress por trabalhar demais (?) E estudar (de menos).

Não é somente cumprir horário, temos que absorver ensinamentos e usufruir da sabedoria para crescer como Homens.
Robertson
Enviado por Robertson em 02/06/2009
Código do texto: T1629140

Comentários

Sobre o autor
Robertson
Joinville - Santa Catarina - Brasil, 56 anos
1313 textos (61845 leituras)
172 áudios (6470 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/07/14 12:22)