Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sabe-me bem...

Sabe-me bem a liberdade de poder expressar-me, de poder fazer o que me apetece, de poder rir sem recriminações, de poder deitar-me sem obrigações!Sabe-me bem comer morangos à noite, até uma patanisca, sem ter de prestar declarações.
Finalmente aprendi a escrever...e soube-me bem delimitar o meu espaço, o meu ser.Foi como um estilhaço, fez doer, mas é melhor que sempre sofrer por fazer sofrer!
Sabe-me bem o "carpe diem" com Estatuto de utente atento.
Sabe-me bem saber quem sou, para onde vou e o que quero...o dia é mais azul, o ar mais pleno!As cores são como carícias da alma.
Sabe-me bem ser dona de mim própria...
Não sou narcisista, nem egoísta...não!Apenas encontrei-me a tempo de viver!
Sabe-me bem dizer-vos isto...sem remorsos mas com elevação e altruísmo!Penso bem em mim, logo penso bem nos outros!
Sabe-me bem este discernimento e esta quietude interior!
Sabe-me bem esta Boa Hora!
Harmoniae
Enviado por Harmoniae em 20/05/2005
Código do texto: T18261
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Harmoniae
Portugal, 50 anos
75 textos (7757 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:17)
Harmoniae