Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tio John

E Tio John, antes de morrer, falou coisas sem nexo, delirou, falou o que não suportava mais estar dentro dele.Era dor, sentia muita dor .Depois, deu um ligeiro gemido, declinou a cabeça e morreu.

Antes. Anos anos antes, numa tarde caiada de chuviscos, ele me disse: "O tempo é formidável e inesquecível, o tempo é um só, formado de nódoas que envolvem seu corpo.

Sua missão é cumprí-lo. Às vezes - disse ele - a pérola, o diamante ou a esmeralda que você tanto procurava ao largo das grandes montanhas, garimpando seu espírito com olhos sedentos, num formidável esforço, você vai encontrá-la aos seus pés, sem que nunca tenha percebido.

" Ninguém no mundo é livre ou independente. É engano pensar que alguém conquistou sua independência. Ao contrário, quanto mais se julgue livre e enriquecido, mais estará atado às cordas de compromissos e audiências consigo mesmo e com a natureza."

- Mas não conseguia prosseguir. As dores eram muitas.

Disse somente isso antes de morrer. Não sabia o que realmente queria me dizer atrás daquelas palavras.

Tio John morreu em paz e sozinho, num asilo, com uma perna amputada,meio esclerosado e, principalmente, empoado de dores incriveis fadado pelo câncer.

Pena. Deixou centenas de manuscritos e pensamentos, que, certamente, irão se perder no tempo.

Ninguém mais lembrava dele ou mesmo sabia  que estava vivo ou morto. Acho que no fundo era isso que queria: o anonimato. O sábio anonimato.  Estava completamente esquecido no tempo. Nem amigos tinha  e ninguém ia visitá-lo.

E morreu naquela tarde.

Sabia, e algum pressentiento me dizia, que ele apenas começava a viver. Seu tempo não era aquele. Acho que ia continuar sua vida em outro lugar. Um homem de tamanha sabedoria não poderia ficar oculto nas abas daqueles esplendorosos que se embelezam nas manchetes de todo dia.

Mas que no fundo, não tinham nada pra dizer.

Mas meu Tio John tinha. Morreu sábio, descabido de dores e sozinho. Acho que morreu.
José Kappel
Enviado por José Kappel em 08/07/2006
Código do texto: T189734
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26785 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 02:23)
José Kappel