Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A saudade

   

Faz muito tempo que não nos vemos mais, você sumiu deixando aquela saudade que bate bem fotrte no fundo da alma. volte, severamente ainda a saudade bate rumo ao vento infinito.
    O tempo é a mais pura irrealização de casais que ficaram juntos,semanas, meses e anos,amaram e desamaram talvez continuamente e de repente sumiram sem deixar nenhum rasto de sobrevivencia um para com o outro. Ao longe fica aquela lembrança de todo aquele tempo que não mais existe de proximidade corporal. Com certeza são momentos inesqueciveis que ficarão como uma especie de espirito inacabavel enquanto houver alma nesse corpo. Não há papel nem caneta que faça comungar nesse esquecimento tão forte que chamamos de saudade, uma palavra indefinivel diante de muitas situaçoes humanas...
   Sendo assim aqueles que ficaram aniquilados por essa palavra tão significativa resta ,olhar para a frente sequenciar o processo da vida que nos foi guiado rumo a um novo infinito de tudo que ha de mais belo que é a continuidade do processo tentando sanar o recesso...  
Marcos Roberto de Oliveira
Enviado por Marcos Roberto de Oliveira em 17/08/2006
Reeditado em 17/08/2006
Código do texto: T218960
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcos Roberto de Oliveira
Francisco Morato - São Paulo - Brasil, 36 anos
161 textos (9673 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:39)
Marcos Roberto de Oliveira