Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Parodiando as Canções

Um dia ela o olhou bem diferente
Como se nada existisse
Como se o tempo fosse triste
E se calou.

De um jeito muito mais quente
Trocou em miúdos
Jogou tudo fora
Queimou seus navios.

Agora ela era a noiva do cowboy
E era obrigada a ser feliz
Com um olho sempre a brilhar
E outro que evita.

Precisava não dormir
Até se consumar o tempo de amar
Devagar e urgentemente
Até o amor cair doente.

Tinha lá pra si
Que agora ia viver o grande amor
Sem pedir perdões
Por fazer mil perguntas.

Já perdia a noção da hora
E não jogava nada fora
Na lembrança daquele jeito manso
A violar-lhe os ouvidos.

Mas,na roda-vida da esperança
Rodou o tempo num instante
E se atirou de trampolim
Na fotografia em que estavam felizes.

Deu o fora com lágrimas
Nos olhos de cortar cebola
Em pleno Dezembro
Em pleno bolero
De um ano dourado.



(Homenagem ao grande Chico Buarque de Holanda)



Zully Oney Teijeiro Pontet
Enviado por Zully Oney Teijeiro Pontet em 08/11/2006
Código do texto: T285896
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Zully Oney Teijeiro Pontet
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 59 anos
219 textos (13426 leituras)
1 áudios (112 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:06)
Zully Oney Teijeiro Pontet