Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Colheita

Sentado ao observar o mundo vejo homens se matarem por nada, vejo homens morrerem de fome mesmo o mundo cheio de comida, vejo o homem deixar para tras ideologias de vida por poder, vejo homens morrerem por poder, vejo homens terem o poder sem fazer bem algum.
Vejo cada vez mais a vida se acabar no mundo em troca de futilidades, vejo o mundo acabar por brigas de dois homens em busca de mais e mais poder.
O mundo acabara em fogo, fogo das bombas atomicas em uma guerra de ninguem, todos pagaram por ficarem sentados esperando algo acontecer e morreram por isso por submissão.
A terra se destroi por que o homem nada faz para ajudar a natureza, ao contrario destrói sua mãe por ambição.
A maioria nada faz e a minoria faz o que bem entende, nossa vida se acaba a cada dia.
Nossos filhos não teram alegria em sua vida só teram amor por ambição de dinheiro e poder.
Nossos netos se mataram porque perderam dinheiro, nossos netos morreram de fome se não lutarem com unhas e dentes por dinheiro e poder.
Nossos decendentes não existiram mais, pois o homem sem amor é nada apenas um bicho, um animal irracional pior que os outros animais.
O homem sem amor nada mais é do que o diabo, nossos decendentes seram diabos, a terra sera habitada por demonios que se destruiram por algo que na verdade não é nada.
O mundo sera assim se deixaros de plantar amor a nossa volta.
Se fizermos isso, se cada um plantar a sua volta amor e esses fizerem o mesmo, nossos decendentes sera deuses e a terra sera o céu.
Por isso temos que plantar a bondade e o amor para que no futuro os homens olhem para tras e digam:
´´Se no passado lutaram tanto por isso, lutaremos mais no futuro´´.
Marcus Vinicius de Freitas Chagas
Enviado por Marcus Vinicius de Freitas Chagas em 22/09/2005
Código do texto: T52842
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcus Vinicius de Freitas Chagas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 31 anos
9 textos (778 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:38)
Marcus Vinicius de Freitas Chagas