Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Bom Exemplo

Imitar adultos faz parte do fantástico mundo infantil. Essas fantasias ajudam no desenvolvimento das crianças. Eu me lembro que, quando era criança costumava brincar de escolinha imitando a minha professora. Também costumava calçar os sapatos de saltos altos da minha mãe para ficar parecida com ela. Esta prática das crianças imitarem o mundo dos adultos ainda é comum na atualidade, o que é bastante saudável para o crescimento delas.
Os adultos devem saber que sua conduta servirá de exemplo para as crianças, porque elas aprendem por imitação. As atitudes dos adultos devem ser exemplo de boa conduta e nortear-se pelas regras de bom convívio social, uma vez que servirão como modelo para a formação do caráter dessas crianças.
Nesse ponto a responsabilidade de professores das séries iniciais é muito grande, porque os bons exemplos aos quais algumas crianças têm acesso, vêem somente através destes profissionais. É um trabalho que se repete a cada dia, visto que os professores ficam apenas quatro horas diárias com os alunos. Muitas vezes, o professor ensina alguma coisa às crianças e aquilo que é ensino na escola não é praticado no âmbito familiar deles, tornando-se necessário que o ensinamento seja repetido dia após dia.
Aliás, procurar aumentar a autoestima das crianças é outra atribuição do professor em sala de aula. Não basta ensinar a ler, escrever e contar. É preciso, antes de mais nada, que o professor estimule a elevação do amor próprio em cada aluno. A elevação da autoestima numa pessoa é determinante para sua felicidade e o professor pode, entre outras coisas, estar ajudando a desenvolver o potencial de um grande vendedor ou até mesmo de um grande líder nacional.
O professor, que servirá como um modelo a ser seguido por seus alunos, deverá ter uma conduta o mais irrepreensível possível e ainda mostrar para os estudantes, a biografia de pessoas fortes, corajosas, empreendedoras, honestas, e de bom caráter, cujo modelo pode ser utilizado como parâmetro para a formação de adultos semelhantes.
Afinal, até conseguirmos formar a nossa personalidade, procuramos nos espelhar em muitas pessoas. Até conseguimos definir aquilo que de fato queremos ser, “copiamos” as peculiaridades daqueles a quem admiramos como se quiséssemos formar uma grande “colcha de retalhos”, com as qualidades dessas pessoas. Melhor seremos, se as qualidades que “copiarmos” forem positivas.
Desse modo, pessoas como o ex-presidente Juscelino Kubitschek podem servir como um bom exemplo. O jovem Juscelino só conseguiu calçar seu primeiro par de sapatos quando estava com 12 anos. Chegou a passar fome e estudou com muita dificuldade até concluir o curso de Medicina com especialização feita em Paris. Como presidente, modernizou o Brasil e seus feitos vivem até hoje na memória do nosso povo.
Outro exemplo pode ser o da estilista Coco Chanel, que desafiou a sociedade no início do século XX por causa da sua maneira exótica de se vestir. A maneira diferente de suas roupas costumava provocar o riso das pessoas, mas ela costumava dizer que aquele era o segredo do seu sucesso. E era mesmo.
Dizem que “Santo de casa não faz milagre”, mas podemos ainda destacar o sucesso do conterrâneo Clodoaldo Silva – o Tubarão – que apesar de suas limitações físicas é um dos maiores orgulhos da natação potiguar e nacional. Clodoaldo é, sem dúvida alguma, um belo exemplo de superação a ser imitado.
O filósofo francês Michel de Montaigne em um dos seus livros afirma que “a pior desgraça para nós é desdenhar aquilo que somos”. Vamos, portanto, procurar elevar o máximo possível a autoestima de nossas crianças. Não com o objetivo de formar pessoas arrogantes, mas com o pensamento de formar cidadãos que acreditam em si mesmos, na sua capacidade de crescer, ter sucesso e promover revoluções sociais.
Nadja Lira
Enviado por Nadja Lira em 15/09/2007
Código do texto: T654006

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nadja Lira
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil
67 textos (30528 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 01:19)
Nadja Lira