Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ônibus 174

          Ninguém pede pra ser marginal ou bandido.Tenho plena convicção de que o Sandro não tinha a menor vontade de estar nas páginas dos jornais do Brasil inteiro sendo associado a uma pessoa assassina, por ter sequestrado um ônibus. Tudo o que aconteceu foi uma consequência do passado do Sandro. Se coloca no lugar dele e imagina você ver sua mãe sendo morta, ou melhor dizendo, degolada na sua frente e você indefeso sem poder fazer nada, apenas esperar a "boa vontade" dos caras terminar o serviço. Colocar a culpa no governo não vai dar em nada, é claro que os políticos tem culpa do que acontece no nosso país, pois eles teêm mais autoridade e estão em um posto superior ao nosso, mas dizer que não podemos fazer nada para mudar esse quadro terrível, na minha opinião,não seria a resposta ideal. É claro que podemos fazer a nossa parte e se ninguém até hoje fez nada, temos que dar a partida inicial e nos levantarmos dessa cadeira e agirmos em alguma coisa.
          Um lugar chamado FEBEM(Fundação Estadual do Bem-Estar Menor) que deveria ser um local que reintegrasse o menor infrator na sociedade não passa de um lugar onde esse menor sai de lá pior do que entrou, tudo de ruim acontece lá dentro, ninguém está preocupado com a "vidinha" desses menores,ninguém nunca dará emprego a um deles, ou seja, nunca serão reintregados totalmente na sociedade.Um a menos na visão dessas pessoas, apenas ajudará o Brasil a vencer.Tolos,não sabem eles que isso não ajuda em nada. Você sobreviver a uma chacina a sangue frio(porque um cara sente prazer em matar pessoas),já é uma grande vitória. Os caras que fizeram isso e acharam que conseguiriam "limpar"a sociedade dessa forma,não passam de inertes, eles foram tão covardes que preferiram matá-los enquanto dormiam para não terem como se defender, mas Sandro sobreviveu a isso. Agora o que vamos esperar de uma pessoa cheio de problemas psicológicos, que sobreviveu a violência das ruas, ao descaso das autoridades constituídas e que se formou na escola do crime (FEBEM)?
Conclusão:
         A resposta é essa: Ele tinha os motivos suficientes pra fazer o que fez, apesar de não ser essa a intenção dele, nem o caminho certo,óbvio que não. Isto não é uma apologia ao crime, mas uma visão realista de quem consegue enxergar o "tratamento" dado a quem é levado a ser uma escória de uma sociedade medíocre.
Náiade Soares
Enviado por Náiade Soares em 18/09/2007
Código do texto: T657998
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Náiade Soares
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 25 anos
29 textos (9410 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 21:00)
Náiade Soares