Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Algumas verdades sobre o amor

Algumas verdades sobre o amor
Autor: Saulo Aguiar Florentino Matos

Desde o fim, eu passei meses escrevendo sobre como o amor pode machucar, ferir, deixar cicatrizes gigantes como as que tenho agora, me pergunto diariamente se um dia elas vão fechar, mas não existe ninguém para responder, aconselho as pessoas a não se apaixonarem e digo o quanto são sortudas por não amarem alguém, certa vez um poeta disse “quem não ama sofre, quem ama sofre mais”, eu me agarrei a essa citação de tal maneira, que a tornei política.
Eu sofri, Deus sabe como eu sofri, e ainda sofro intensamente, e também sei que a maioria de nós vai quebrar a cara e sofrer por ter se enganado quanto ao amor, e alguns nunca conhecerão o amor de verdade, mas há coisas que não posso negar, que amar e sentir ser amado, o estar junto, andar de mãos dadas, fazer cafuné, ganhar cafuné e apenas ouvir uma gargalhada, isso é maravilhoso, olhar nos olhos, sentir um cheirinho que só ela tem, sentir ciúmes, muitos ciúmes, se meter em confusão por causa deles, discutir sem motivo, discutir por coisas sérias, rir da cara do outro, a as fotos! Quantas fotos, tantas pra me lembrar de como foi maravilhoso e ao mesmo tempo tantas pra me lembrar que terminou, essas pequenas coisinhas fazem falta, digo pra vocês que me conhecem, e para os que não me conhecem também, amar vale a pena, mesmo se você terminar assim como eu, escrevendo textos sobre como foi bom, vale a pena e eu não me arrependo de ter amado e nem por continuar amando, portanto ame e cresça, se durar até que a morte os separe, eu o parabenizo.
Ainda acredito que amor dura para sempre, Deus sabe o que faz, enquanto nós aqui embaixo quebramos a cara por nos jogarmos de cabeça esperando que alguém nos segure, acho que isso é a vida, temos que ter certeza que vão nos segurar, pois senão da próxima vez teremos medo de pular, mas a única certeza da vida é a morte, então nós precisamos é arriscar, eu arrisquei e arriscaria tudo de novo, não tenha medo.

Saulo Matos
Enviado por Saulo Matos em 13/10/2007
Código do texto: T692551

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Saulo Matos
Itaboraí - Rio de Janeiro - Brasil
73 textos (2807 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 01:22)
Saulo Matos