Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"O QUINTAL MÁGICO DE FLORA"

    No quintal mágico de Flora, o mundo flui de um jeito todo diferente.Ele tem magia, tem fascínio!
    Flora ruiva de olhos azuis, sardenta de pura beleza.Nascera altista, seu mundinho ali todo fechado.Era só ela, as flores e os pássaros.
    As árvores de amarelo florido enfeitam seu quintal.Ela fica ali, estática, imóvel, seus olhos firmam direção objetiva a um ponto fixo e ela fica assim por um longo tempo.
    A mãe lhe entrega uma boneca, ela a pega pelo braço e a arrasta pela grama serenada, depois a larga num canto qualquer.
    O vento bate em seu rosto macio, as flores amarelas do ipê grudam em seus cabelos cacheados, o balanço tilintante vai para um lado e para o outro sem chamar-lhe a atenção.
    Seu vestido branco, rendado, reflete a luz do sol da manhã.
    Seus pais a observam de perto, ela toca a mão da mãe mas continua olhando as flores do ipê caindo com o vento!
    Uma luz intensa brilhante irradia seu quintal mágico, feixes de luz mergulham por entre as frestas dos galhos do velho ipê.
    Flora em seu estado de alheamento ao mundo exterior, segue rumo ao pai, seu pai então lhe afaga os cabelos com as mãos.
    Um aroma (cheiro de flor) invade suas narinas, violetas azuis, margaridas e jasmins enfeitam seu jardim.
    Pombas brancas passam em revoada como que lhe desejando um bom dia, um bom dia para Flora!A linda menina altista.
Belchior Contins
Enviado por Belchior Contins em 25/11/2005
Código do texto: T76030
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Belchior Contins
Lagoa Santa - Minas Gerais - Brasil, 50 anos
46 textos (3954 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:22)
Belchior Contins