Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Novo Mundo

Há muito tempo eles chegaram, invadiram, mataram e finalmente colonizaram. Fecharam os olhos para aquela gente, só se importavam com riquezas - ou assim as viam.
Mataram a terra, mataram os índios e enfim viviam em luxo - ou assim pensavam.
No tempo, a exploração não suficiente trouxe os negros e depois seus filhos. Os nascidos tinham a cara da terra, ainda hoje os vemos.
De cada família vem uma história e também o tempo passa... As dificuldades lá no Velho Mundo e palavras de uma nova idéia - a liberdade - mudaram a vida da Terra.
Guerras se passaram por aqui, se passaram por lá... O mundo comecou a respirar fumaca, o homem respirava mudancas.
Tijolos foram substituídos por concreto - e o céu estava em nossas maos; o medo das alturas foi criado.
O metal dourado já havia sido substituído pelas fotos dos presidentes. Fotos e filmes, poluição e sujeira; todos no mesmo presente.
A fome que já reinava bate na porta das famílias que têm agora novos e numerosos filhos.
Dos dois lados cultivo e consumo, lado a lado riqueza e pobreza; bem e mal.
O mundo tem agora um novo chefe, uma nova ameaça.
Se recusam ainda a olhar verdadeiras riquezas, de um lado caem árvores, do outro, prédios; de um lado o medo e do outro, ódio.
Isso, isso sim é América.
Pancho
Enviado por Pancho em 06/12/2005
Reeditado em 13/01/2007
Código do texto: T81815
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Pancho
Sorocaba - São Paulo - Brasil, 30 anos
33 textos (1091 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 00:14)