Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

inexistência

apercebo-me que fiquei sem ti. vêem-me à memória pensamentos antigos. a tua presença ainda é forte e resta aquela imagem do teu corpo a descer à terra. penso algumas vezes que estás a sufocar. no mesmo instante, entendo que não é bem assim. que tudo em que eu acredito vai para além da matéria. paizinho, é difícil aceitar que o teu corpo já não existe. ainda dói e só me apetece correr como uma louca por entre a gente que passa sem grandes objectivos, a olharem-me por inteiro quando descobrem que os meus olhos estão assustados e tristes.
lunapensativa
Enviado por lunapensativa em 07/05/2005
Código do texto: T15337
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
lunapensativa
Portugal, 44 anos
114 textos (10363 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:38)
lunapensativa