Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

sombras

a noite que cai em mim é negra. há sombras que se escondem nos becos mal cheirosos e eu aprecio-as no meu canto sem nada fazer para expulsá-las. crio-as e alimento-as. e elas vão crescendo até atingirem dimensões gigantescas. aí, a batalha que terei de travar é não sei quantas vezes superior. doto-me das minhas armas e travo golpes ao acaso. firo-me. caio ao chão. e levanto-me para disparar contra um mostrengo. é difícil acertar-lhe. levo tempos infinitos nessa batalha. e quando consigo vence-la fico com a sensação que já a poderia ter ganho.
lunapensativa
Enviado por lunapensativa em 07/05/2005
Código do texto: T15344
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
lunapensativa
Portugal, 44 anos
114 textos (10363 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 18:56)
lunapensativa