Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Academia Pan Americana de Letras e Artes

 ACADEMIA PAN-AMERICANA DE LETRAS E ARTES

Fundada a 12 de agosto de 1981

 X Concurso de Poesia  APALA“MEDALHA CASTRO ALVES”
POESIA FALADA – “TROFÉU  MENOTTI DEL PICCHIA”

Ano 2006

REGULAMENTO
 

TEMA:  NATUREZA, MINHA IRMÃ (Esta frase deverá constar do texto do poema, em qualquer  verso).
PODERÃO PARTICIPAR TODOS OS POETAS QUE O DESEJAREM
CADA AUTOR PARTICIPARÁ COM UMA POESIA INÉDITA, TRÊS CÓPIAS DE CADA, EM LÍNGUA PORTUGUESA.
PSEUDÔNIMO E IDENTIDADE EM ENVELOPE LACRADO, BEM COMO UM MINI-CURRÍCULO DE 10 LINHAS;
POESIA DATILOGRAFADA EM PAPEL  A4, ESPAÇO 2,  FONTE 12, SEM TIMBRE E SEM QUALQUER OUTRA MARCA
NÚMERO DE VERSOS DE CADA POEMA:  MÍNIMO DE 10, MÁXIMO DE 40
REMETER ATÉ DEZEMBRO DE 2006, PARA O ENDEREÇO :
CONCURSO POESIA APALA 2006
RUA DAS OFICINAS, 211, ENG.° DENTRO
RIO DE JANEIRO, RJ – BRASIL

CEP: 20 770 - 010

PODERÃO SER SELECIONADOS ATÉ SETE POEMAS, NO MÁXIMO, A CRITÉRIO DO CONSELHO CONSULTIVO.
CLASSIFICAÇÃO: OURO – PRATA – BRONZE E MENÇÃO HONROSA PARA OS DEMAIS SELECIONADOS
OS POEMAS SELECIONADOS SERÃO DECLAMADOS PELOS AUTORES OU PESSOAS INDICADAS POR ELES ou pela Diretoria; O MELHOR DECLAMADOR, O MAIS VOTADO PELO PLENÁRIO, RECEBERÁ O TROFÉU “MENOTTI DEL PICCHIA”
O POEMA PODERÁ SER DEFENDIDO, NA POESIA FALADA, POR PESSOA INDICADA PELO AUTOR, DESDE QUE NÃO SEJA DA DIRETORIA DESTA ACADEMIA
CADA INTÉRPRETE SÓ PODERA DEFENDER UMA POESIA, NÃO MAIS.
OS TRABALHOS ENVIADOS NÃO SERÃO DEVOLVIDOS.
O JULGAMENTO  SERÁ FEITO  POR UMA COMISSÃO  INSTITUÍDA PELA PRESIDÊNCIA  DA APALA.
O RESULTADO E ENTREGA DOS PRÊMIOS, REALIZAR-SE-Á NA 1ª OU 2ª REUNIÃO DA APALA DE 2007
OS POEMAS PREMIADOS SERÃO PUBLICADOS PELA APALA. OS AUTORES AUTORIZAM EXPRESSAMENTE A INCLUSÃO DOS SEUS TEXTOS E RECEBERÃO, CADA QUAL, CINCO EXEMPLARES A TÍTULO DE DIREITO AUTORAL, NADA MAIS LHES CABENDO RECLAMAR OU REIVINDICAR.
  ACADEMIA PAN-AMERICANA DE LETRAS E ARTES

Fundada a 12 de agosto de 1981

 III Concurso de CRÔNICA APALA“MEDALHA RAQUEL DE QUEIROZ”
Ano 2006

 REGULAMENTO
 
1.      TEMA:   EXEMPLO DE FRATERNIDADE (Esta frase deverá constar do texto da crônica).

2.      PODERÃO PARTICIPAR TODOS OS ESCRITORES,

3.      CADA AUTOR PARTICIPARÁ COM NO MÁXIMO DUAS CRÔNICAS INÉDITAS, TRÊS CÓPIAS DE CADA, EM LÍNGUA PORTUGUESA

4.      PSEUDÔNIMO E IDENTIDADE EM ENVELOPE LACRADO, BEM COMO UM MINI-CURRÍCULO DE 10 LINHAS.

5.      TEXTO DATILOGRAFADO OI DIGITADO EM PAPEL  A4, ESPAÇO 2, FONTE Nº 12, SEM TIMBRE E SEM QUALQUER OUTRA MARCA,

6.       NÚMERO DE LINHAS DE CADA CRÔNICA:  MÍNIMO DE 10, MÁXIMO DE 40

7.      REMETER ATÉ DEZEMBRO DE 2006 PARA O ENDEREÇO :

CONCURSO CRÔNICA APALA 2006
RUA DAS OFICINAS, 211, ENG.° DENTRO
RIO DE JANEIRO, RJ – BRASIL

CEP: 20 770 - 010


8.      PODERÃO SER SELECIONADOS ATÉ CINCO CRÔNICAS NO MÁXIMO.

9.      CLASSIFICAÇÃO: OURO – PRATA – BRONZE E MENÇÃO HONROSA PARA OS DEMAIS SELECIONADOS

10.  OS TRABALHOS ENVIADOS NÃO SERÃO DEVOLVIDOS.

11.  O JULGAMENTO  SERÁ FEITO POR UMA  COMISSÃO INSTITUÍDA POLA PRESIDÊNCIA DA APALA.

12.  O RESULTADO E ENTREGA DOS PRÊMIOS, REALIZAR-SE-Á NA 1ª OU 2ª REUNIÃO DE 2007 DA APALA

13.   AS CRÔNICAS PREMIADAS SERÃO PUBLICADAS PELA APALA.  OS AUTORES AUTORIZAM EXPRESSAMENTE A INCLUSÃO DAS MESMAS NO REFERIDO LIVRETO E RECEBERÃO, CADA QUAL, CINCO EXEMPLARES A TÍTULO DE DIREITO AUTORAL, NADA MAIS LHES CABENDO RECLAMAR OU REIVINDICAR.

  ACADEMIA PAN-AMERICANA DE LETRAS E ARTES

Fundada a 12 de agosto de 1981

 II Concurso Gente MiúdaAno 2006

1.   MODALIDADE:  POEMA - “MEDALHA  HENRIQUETA LISBOA

REGULAMENTO
TEMA:  LIVRE
PODERÃO PARTICIPAR TODOS OS POETAS INFANTO-JUVENIS
CADA AUTOR PARTICIPARÁ COM NO MÁXIMO DUAS POESIAS INÉDITAS, ESCRITAS EM LÍNGUA PORTUGUESA, TRÊS CÓPIAS DE CADA, CONSTANDO NAS CÓPIAS A IDADE DO AUTOR.
PSEUDÔNIMO E IDENTIDADE EM ENVELOPE LACRADO, BEM COMO UM MINI-CURRÍCULO DE 10 LINHAS; O MESMO PSEUDÔNIMO PARA AS DUAS POESIAS.
POESIA DATILOGRAFADA EM PAPEL  A4, ESPAÇO 2,  FONTE N° 12, SEM TIMBRE E SEM QUALQUER OUTRA MARCA.
NÚMERO DE VERSOS DE CADA POEMA:  MÍNIMO DE 10, MÁXIMO DE 30
REMETER ATÉ DEZEMBRO DE 2005, PARA O ENDEREÇO
CONCURSO GENTE MIÚDA POEMA APALA 2006
RUA DAS OFICINAS, 211, ENG.° DENTRO
RIO DE JANEIRO, RJ – BRASIL

CEP: 20 770 - 010

PODERÃO SER SELECIONADOS ATÉ CINCO POEMAS, NO MÁXIMO.
CLASSIFICAÇÃO: OURO – PRATA – BRONZE E MENÇÃO HONROSA PARA OS DEMAIS SELECIONADOS
OS POEMAS SELECIONADOS SERÃO DECLAMADOS PELOS AUTORES OU PESSOAS INDICADAS POR ELES ou pela Diretoria.
OS TRABALHOS ENVIADOS NÃO SERÃO DEVOLVIDOS.
O JULGAMENTO  SERÁ FEITO PELA COMISSÃO  INSTITUÍDA PELA  APALA.
O RESULTADO E ENTREGA DOS PRÊMIOS, REALIZAR-SE-Á NA 1ª OU 2ª REUNIÃO DA APALA DE 2006
OS POEMAS PREMIADOS.  OS AUTORES AUTORIZAM EXPRESSAMENTE A INCLUSÃO DOS SEUS VERSOS E RECEBERÃO, CADA QUAL, CINCO EXEMPLARES A TÍTULO DE DIREITO AUTORAL, NADA MAIS LHES CABENDO RECLAMAR OU REIVINDICAR.
 
  ACADEMIA PAN-AMERICANA DE LETRAS E ARTES

Fundada a 12 de agosto de 1981

 II Concurso Gente MiúdaAno 2006


2.   MODALIDADE:  CONTO - “MEDALHA  MONTEIRO LOBATO”


REGULAMENTO
TEMA:  LIVRE
PODERÃO PARTICIPAR TODOS OS CONTISTAS  INFANTO-JUVENIS
CADA AUTOR PARTICIPARÁ COM NO MÁXIMO DOIS CONTOS INÉDITOS, ESCRITOS EM LÍNGUA PORTUGUESA, TRÊS CÓPIAS DE CADA, CONSTANDO NAS CÓPIAS A IDADE DO CONTISTA.
PSEUDÔNIMO E IDENTIDADE EM ENVELOPE LACRADO, BEM COMO UM MINI-CURRÍCULO DE 10 LINHAS; O MESMO PSEUDÔNIMO PARA AS DUAS POESIAS.
CONTO DATILOGRAFADO EM PAPEL  A4, ESPAÇO 2, FONTER N° 12,  SEM TIMBRE E SEM QUALQUER OUTRA MARCA
TAMANHO DO CONTO:  MÍNIMO DE 2/3 DE UMA PÁGINA  A4, MÁXIMO DE 2 PÁGINAS A4
REMETER ATÉ DEZEMBRO DE 2006, PARA O ENDEREÇO :
CONCURSO GENTE MIÚDA CONTO APALA 2006
RUA DAS OFICINAS, 211, ENG.° DENTRO
RIO DE JANEIRO, RJ – BRASIL

CEP: 20 770 - 010

PODERÃO SER SELECIONADOS ATÉ CINCO CONTOS, NO MÁXIMO
CLASSIFICAÇÃO: OURO – PRATA – BRONZE E MENÇÃO HONROSA PARA OS DEMAIS SELECIONADOS
OS TRABALHOS ENVIADOS NÃO SERÃO DEVOLVIDOS.
O JULGAMENTO  SERÁ FEITO POR UMACOMISSÃO INTITUÍDA PELA APALA.
O RESULTADO E ENTREGA DOS PRÊMIOS, REALIZAR-SE-Á NA 1ª REUNIÃO DA APALA DE 2006, NO SALÃO DA CONFEDERAÇÃO DAS ACADEMIAS DE LETRAS DO BRASIL, RUA TEIXEIRA DE FREITAS, Nº 5– 3º ANDAR.
A ACADEMIA PUBLICARÁ OPÚSCULO COM OS POEMAS PREMIADOS.  OS AUTORES AUTORIZAM EXPRESSAMENTE A INCLUSÃO DOS SEUS VERSOS E RECEBERÃO, CADA QUAL, CINCO EXEMPLARES A TÍTULO DE DIREITO AUTORAL, NADA MAIS LHES CABENDO RECLAMAR OU REIVINDICAR.
 
maria do socorro cardoso xavier
Enviado por maria do socorro cardoso xavier em 27/06/2006
Código do texto: T182992
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
maria do socorro cardoso xavier
Campina Grande - Paraíba - Brasil
317 textos (22485 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 22:49)
maria do socorro cardoso xavier