Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Efeito Borboleta"

O filme “Efeito Borboleta”, em si, já há uma complexidade de entendimento, é preciso ver e rever para que se possa compreender a mensagem que está sendo transmitida.
A base do filme é o pensamento complexo demonstrado pela forma como o personagem precisa entender o todo para mudar a parte que não foi realizada da forma correta. Porque um todo é composto por diversas partes que se acoplam entre si, ao ponto que se uma parte não está conforme as tendências do momento, o todo se descaracterizará, deixando a teoria do caos fazer parte nas pequenas coisas e causando um enorme contratempo.
Como o próprio filme diz, a teoria do caos, se baseia na seguinte frase: “Algo tão pequeno como o vôo de uma borboleta pode causar um tufão do outro lado do mundo.” Isso nos mostra que pequenos atos, mal planejados, podem acarretar conseqüências graves. Num mundo globalizado, como vivemos hoje, isso seria uma catástrofe.
“Se eu entender como funciona a memória de uma minhoca, isso me ajudaria a entender a complexidade do cérebro humano”. Esta frase dita pelo personagem nos apresenta como somos complexos e onde pequenas coisas podem alterar grandes coisas, que devendo assim, refletirmos sobre os pormenores de nossas ações, pois podemos prejudicar a nós mesmos ou a terceiros.
Na frase descrita acima também entendemos que não podemos nos utilizar somente uma linha de raciocínio, para conseguirmos o objetivo final, ou seja, o pensamento linear, porque isso “ampararia” mas não definiria a questão. Então percebemos que para chegarmos ao objetivo final devemos levar em consideração tudo o que pode influenciar no futuro. Procurar enumerar e analisar as possíveis tendências e as causas e efeitos que levarão a um futuro promissor. Sem essa pesquisa de tendências e causa-efeito corre-se o risco de arriscar em algo desconhecido e a seqüela será flagelante.
Nota-se também a relação causa-efeito que fica clara logo de início com a citação da teoria do caos. O personagem precisa recorrer a fatos da infância que influenciaram decisivamente na vida para assim, consertar o presente e o futuro, confirmando-se a ação da causa sobre o efeito. Como ele tem o poder de mudar o passado, consegue consertar os erros, mas com muita dificuldade, tendo que recorrer várias vezes ao passado para poder entender onde deveria ser a mudança correta, pois é como um grande quebra-cabeça em que uma peça mal encaixada anula toda a beleza da perfeição.
Como nós, seres humanos, não podemos mudar o que se passou é preciso que tenhamos um pensamento complexo em todos os momentos, para que não venhamos a ter conseqüências negativas no futuro. O pensamento complexo é fundamental para compreender o mundo de hoje. Mundo que se torna pequeno, quando pensamos que, se um terremoto acontecer na China paralisará  a economia chinesa, repercutindo em diversos países, como por exemplo, o Brasil, que ficaria sem a exportação de vários produtos como a soja.
Percebemos no filme, como a imprevisibilidade pode alterar aquilo que planejamos, essa alteração pode ser de forma tão radical que passa a ser inacreditável ou de maneira fútil e não fuja de seu objetivo final. Por essa imprevisibilidade é que não temos certezas, o que podemos é observar as tendências, que nada mais são do que linhas que um plano pode seguir além do esperado. Vemos isso no mercado quando ouvimos que as ações de uma determinada empresa têm tendências a subir, são apenas tendências de dominantes.
Tendo um pensamento complexo podemos analisar de uma forma mais ampla essas tendências e planejarmos melhor as estratégias. Para isso precisa-se ter um pensamento aberto e flexível, um bom relacionamento interpessoal, ser multidisciplinador, saber ser analítico entre outras qualidades para que se possa entender a complexidade.
Como seria se todos possuíssem o poder do personagem do filme “Efeito Borboleta”, podendo alterar a qualquer momento o passado para consertar o presente? Será que seria o correto essas atitudes? Quais as conseqüências de tudo isso? Muito complexo esse assunto, onde o que o filme mostra é que se tentar mudar algo o tiro terá que ser no alvo, porque se cometermos erros conseqüências desastrosas poderão acontecer.
Fad Amada
Enviado por Fad Amada em 19/06/2005
Código do texto: T26080
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fad Amada
São Paulo - São Paulo - Brasil, 42 anos
7 textos (24678 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:36)