Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Menestrel eu Sou e o Serei Sempre!

Minha Querida Princesa.
 
Triste o Menestrel estava!
Não conseguia mais ir à Torre da princesa querida.
Impedimentos havia que não o deixava lá chegar!
Eram cortes de provedor, e-mails voltados...
Como faria para alcançá-la mais uma vez?
Dar-lhe um beijo ,nos olhos, para lhe desejar um Feliz Natal?
Agradecer-lhe por tanto carinho recebido,
tanto Amor doado a esta Princesa de rara estirpe,
amada,com um amor puro e imortal?
 
Sim, porque Menestrel que sou,
jamais a deixarei enquanto um sopro de vida,
de alento ,em meu peito tiver!
E Amor de Menestrel é para sempre!
Com meu Alaúde em noites estreladas,
ousarei sempre tocar a canção encantada
que me levará sempre até você, Princesa Amada!
 
A você, Minha Doce Princesa, terei todo o cuidado na estrada dos mortais.
Pegarei o meu Pégaso e partirei às 5:00 de uma noite estrelada rumo a sua morada, para lhe dar um beijo e um abraço, no Dia de Natal!
Esse, estarei com você espiritualmente e você sentirá o seu Menestrel, quando a campainha dos sonhos a sua porta bater!
Feliz Natal, Princesa!
Seja Feliz! Sejam Felizes, com Jesus no coração!
Um Beijinho de sua
Edinha

Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor"
www.albumpoeticoeda.com.br
Poeta Amor
Enviado por Poeta Amor em 25/09/2005
Código do texto: T53592

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Poeta Amor
Araruama - Rio de Janeiro - Brasil, 81 anos
398 textos (14774 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:37)
Poeta Amor