Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Guerra dos Mundos (War of the Worlds, 2005, Steven Spielberg)

Guerra dos Mundos (War of the Worlds, 2005, Steven Spielberg)

Ao contrário do que muitos podem pensar, e é explicitamente mostrado no trailer, esse filme não é sobre um ataque massivo dos alienígenas ao nosso mundo. Ele é um filme de um pai relapso que por causa do ataque tem de rever seus conceitos e tomar uma atitude em relação aos filhos. Esses que sempre eram ignorados.

Spielberg constrói com grande maestria o clima tenso do filme através de elementos já característicos de suas obras precedentes, o que aqui soa como uma preguiça de repensar seus métodos, mas só perceptível para aqueles que pensam sobre isso.

Aquele telespectador normal não vai se questionar sobre nada. Quando ver a cena em que, dentro de um quarto escuro, o olho do alienígena procura pelos protagonistas, não vai se lembrar de Jurassic Park. E assim com demais elementos misturados ao longo do filme. Destaque para duas cenas. A primeira em que Cruise foge do tripod pulverizando todos. A cena é tensa, angustiante. A câmera móvel e balançando é bem nervosa e deixa o espectador no clima. E a cena onde os protagonistas fogem dentro do único carro que funciona dentro de quilômetros. A câmera, mais uma vez, é excepcional. Em uma única tomada ela circula o carro, entra dentro dele, sai, dá um giro e é impressionante pela construção junto com o diálogo, numa das partes em que ele poderia alfinetar o atual governo americano. A menininha pergunta “São os terroristas?” Diante de uma ameaça que não sabem da onde veio.

Guerra dos Mundos ainda conta com a magnética narração de Morgan Freeman que usa tons bem parecidos ao original no qual Orson Welles aterrorizou a todos com sua narração.

Esse exemplar é mais um filme de ficção cientifica de Spielberg, qual IA e Minority Report, ele deixa a desejar nos minutos finais com sua lenga lenga spielberguiana. Mas apesar dessas falhas já esperadas o filme se sustenta fortemente ao longo das horas de exibição.

OBS. Destaque para a breve, mas ótima presença de Tim Robins. E para a cena na qual Spielberg se acovarda e deixa a desejar com o confronto dele com Cruise.
leandroDiniz
Enviado por leandroDiniz em 05/07/2005
Código do texto: T31431
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
leandroDiniz
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 34 anos
260 textos (273036 leituras)
3 e-livros (430 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:39)
leandroDiniz