Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pássaro sem Asas

Livro: Pássaro sem asas- autora Genaura Tormin- Editora Kelps- Goiânia-GO.2003.
373 pags.

Quanta coisa boa nos trás a internet; sem ela não teria conhecido a escritora e poeta Genaura Tormin e seu inusitado livro “Pássaro sem asas”, que carinhosamente me ofereceu.
Só agora traço essas breves linhas sobre este livro sem par! É que tantos contratempos na minha vida e fiquei adiando tantos compromissos com os amigos e comigo mesma. E peço desculpas a amiga pelo atraso.
Falar deste livro é algo que nos falta palavras; atônita; pela perfeição, pela linguagem, principalmente pela mensagem poética e filosófica nele contida. Um livro de prosa poética autobiográfica, de memória, - no qual a autora vítima de paraplegia repentinamente, narra suas angústias, dores, pânico; não obstante sobrepuja seus limites de mulher, com coragem e determinação inusitadas.
Com o apoio e carinho do seu marido e dos filhos ainda pequenos, transformou o que poderia ter sido uma tragédia e caos total, num oásis de segurança, doação, incentivo e ternura dos seus familiares. Aliados a sua coragem, sua fé e vontade de viver melhor, enfrentando a partir daí suas limitações físicas, qual “pássaro em asas”, alada voou longe com a mente dinâmica e o coração cheio de otimismo- em busca de soluções que lhe dessem uma melhor qualidade de vida dentro daquele quadro de limitações.
Este livro é uma verdadeira saga de uma mulher brasileira corajosa, com formação acadêmica em direito, chegou a ser delegada de polícia e ocupou outros cargos importantes que galgou já depois de vítima  da síndrome incapacitante.
Memória romanceada escrita com realismo, além de muito bem escrito, e com alma!- torna-se esplêndido pelas lições de coragem e otimismo. Páginas de dor aureoladas de mensagens filosóficas, de poesia e de vida. Em vez de sofrermos pelo seu padecimento, a autora encoraja o leitor ante as adversidades da vida e nos encanta pela sua superação, encontrando sempre soluções que lhe deram menos dependência em relação as pessoas que a cercam. Sua imaginação criadora e alma de poeta com certeza lhe ajudaram nesta difícil caminhada.
O livro muito bom de ler, intercaladas páginas de prosa com poesia da própria autora, escritos sob o sentimento daquela dor, tensões e soluções.
O livro deixa mensagens profundas, é a prova de que “poder é querer”! Assim a escritora, poeta, mulher Genaura Tormin- transformou, melhorou e sublimou a vida.
A “esperança é a última que morre”- e fé em Deus- a evolução da ciência com as perspectivas de cura de muitos males através das células-tronco, ainda poderá reverter o quadro desta grandiosa mulher!
A seguir um poema da autora, constante do livro:

            SUBLIMAÇÂO

            Viver
            É realizar-se
            Amar
            Sofrer
            Resistir

            Realizar-se
            É não se subjugar
            É ser forte ou frágil
            Se preciso

            Realizar-se é
            Antes de tudo
            Ousar
            Trabalhar
            Sublimar para não sofrer
            Diante do que não se pode mudar.

maria do socorro cardoso xavier
Enviado por maria do socorro cardoso xavier em 05/03/2006
Código do texto: T119108
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
maria do socorro cardoso xavier
Campina Grande - Paraíba - Brasil
317 textos (22484 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:20)
maria do socorro cardoso xavier