Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

JOÃOZITO (A Infância de João Guimarães Rosa)

“Joãozito, de sua infância muito revive nas páginas de João Guimarães Rosa, de imaginação criativa, mas lembrando o real das coisas. O pé pisando a Terra Natal.”
Vicente Guimarães

O título é o portal para a poética viagem rumo à infância do grande escritor João Guimarães Rosa. Escrito após o seu encantamento por seu tio, Vicente Guimarães, autor de diversos livros infantis, Joãozito é a imortalidade, a busca do reencontro com o sobrinho, apenas dois anos mais novo, com quem compartilhou as percepções inaugurais e as conquistas de suas carreiras literárias. O menino Joãozito cresceu, formou-se em medicina e ganhou o mundo com os feitos e a coragem reconhecidos em sua carreira diplomática e com a inovação no estilo, sintaxe e construção de uma linguagem original que revolucionou a literatura brasileira.

Joãozito ilumina as vivências primaveris do menino míope, guloso, supersticioso, apaixonado pelos livros e insetos, e nos apresenta os diversos tipos populares “com farturas e mesuras” que participaram de sua infância em Cordisburgo ou foram fortalecidos em sua imaginação com os relatos dos mais velhos. Mané Galinha, José Amaro Salamaro, Seo Emílio (o cego), Felão, Mãitina e outros tantos são apresentados e demonstram a empatia do menino que os percebeu e amadureceu como marcantes personagens de seus enredos entranhados e gestados desde os primeiros anos.

O menino Joãozito se destacava por sua inteligência e memória incomuns. Desde pequeno gostava de ficar sozinho, brincar de inventar estórias e de estudar geografia. Com dez anos já lia os clássicos autores franceses e durante toda a vida foi seduzido pelas línguas estrangeiras, falava vários idiomas, inclusive o esperanto, língua de Zamenhof.

Não há como ler Joãozito sem lembrar os personagens Minguilim e Riobaldo, sem reviver a emoção com a leitura de Primeiras Estórias, Sagarana, Ave, Palavra e do romance Grande Sertão: Veredas. A revelação da infância do escritor ilumina a releitura necessária de sua obra literária.

Vicente Guimarães se aventura na infância de Joãozito com as inovações lingüísticas do grande escritor João Guimarães Rosa. “Legou-nos o grande escritor e notável estilista uma escola de aperfeiçoamento da Língua Portuguesa, para a sua ampliação e maiores recursos. Seu estilo e suas inovações aí estão para serem estudados e seguidos. Procurei fazê-lo: ousadia e tanto!”

É sempre arriscado tentar descobrir o homem ante a existência do mito, mas, no caso de Joãozito, o desabrochar do menino é uma viagem mágica aos sertões que serviram de continente para o despertar das palavras do encantado João Guimarães Rosa.
Helena Sut
Enviado por Helena Sut em 09/08/2006
Reeditado em 09/08/2006
Código do texto: T212723
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Helena Sut
Curitiba - Paraná - Brasil, 47 anos
614 textos (789846 leituras)
2 áudios (1258 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:41)
Helena Sut

Site do Escritor