Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LITERATURA MISSIONEIRA CHEGA AO TOCANTINS

Membro Correspondente da Academia Gurupiense de Letras no Rio Grande do Sul e dono de uma extensa bibliografia, o escritor Nelson Hoffmann está divulgando no Tocantins o seu mais recente livro. Trata-se de “Terra de Nheçu”, um registro histórico sobre Roque Gonzales, simpática cidade localizada na região missioneira, publicado sob a égide da Associação Cultuarte Missões,

Com esse livro,  Hoffmann pretende uma revisão histórica sobre o cacique e feiticeiro  Nheçu, que ele acredita  ter sido o único e verdadeiro “Palanque da resistência Missioneira”.

Mas afinal, quem foi realmente Nheçu?

Para Nelson Hoffmann pouco importa. O que importa é que ele era Nheçu, A Reverência, ressaltando que na História das Missões, apenas um único indígena levantou sua voz, uniu o seu povo e enfrentou o branco invasor. Não defendeu idéias que não fossem as de sua gente e só quis guardar o sagrado direito de permanecer na terra que sempre foi sua. A terra, com as tradições que o seu povo cultivava desde sempre.

Seus domínios estendiam-se por toda a margem direita do baixo rio Ijuí até a voz, no rio Uruguai. O escritor relata  que sua influência era muito maior, atingia vastas regiões e sua fama ia muito longe, não tinha fronteiras. “Daí o nome que lhe era uma homenagem: “Nheçu”, ou seja, “A Referência”, explica.

Um dos últimos lugares ocupados pela gente branca que colonizou o Estado do Rio Grande do Sul é justamente um dos primeiros adentrados pelo homem branco.  A localização é à margem direita do rio Ijuí e tem como pontos de referência geográfica o Salto de Pirapó e o Cerro do Inhacurutum. A História acrescentou-lhes a redução de Assunção do Ijuí, fundada pelo padre Roque Gonzales de Santa Cruz e local do martírio de padre João de Castilho.

Hoje, tudo isso integra o distrito-sede do Município de Roque Gonzales.

SOBRE O AUTOR

Nelson Hoffman têm estreitas ligações com o Estado  do  Tocantins, em especial com  Gurupi,  onde matem um profícuo intercâmbio cultural com os principais escritores da cidade, tanto que integra os quadros de Membros Correspondentes da AGL. Nascido em  19 de dezembro de 1939, em Roque Gonzales, RS, onde reside, Nelson Hoffmann é advogado, contabilista e, sobretudo, professor. Ocupou altos cargos públicos. Integrante de academias e entidades culturais, correspondente de jornais e revistas, conselheiro editorial, é verbete de dicionários e enciclopédias. Considerado o mestre da narrativa longa na literatura missioneira, pratica todos os gêneros literários, preferindo a ficção. Traduzido nos Estados Unidos, França e Itália, é também publicado no Uruguai e em Portugal. Foi agraciado com os troféus “Amigo do Livro” , da Casa do Poeta, dentre outros.  Participa de diversas antologias literárias e tem mais de três dezenas de trabalhos individuais publicados, destacando-se: “A bofetada”, 1978 (romance); “O homem e o bar”, 1996 (romance); “Onde Está Maria?”, 1997 (romance); “Quando a bola faz a história”, 2000 (crônica histórica), “Eu vivo só ternuras”, 2002 (novela) e “Este Mundo é Pequeno” (crônicas).

Zacarias Martins
Enviado por Zacarias Martins em 27/08/2006
Código do texto: T226557
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zacarias Martins
Gurupi - Tocantins - Brasil, 59 anos
139 textos (25643 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:31)
Zacarias Martins