CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

Resumo do texto “Funções da linguagem” (MARTELOTTA, 2010)


Resumo do texto “Funções da linguagem” (MARTELOTTA, 2010)

Ao contrário do que muitos pensam, a comunicação não acontece somente quando falamos, estabelecemos um diálogo ou redigimos um texto, ela se faz presente em todos (ou quase todos) os momentos. Comunicamo-nos com nossos colegas de faculdade, de trabalho, com o livro que lemos, com a revista, com os documentos que manuseamos, através de nossos gestos, ações, até mesmo através de pinturas feitas em pedras por habitantes antigos (arte rupestre). Sendo assim, a comunicação precisa ser organizada para melhor compreensão e uso.
Segundo o autor, devido a grande variedade de funções que a linguagem apresenta, é preciso levar em consideração, os elementos constitutivos do ato de comunicação, que facilita o entendimento da linguagem e suas funções.
a) Remetente: é aquele que envia a mensagem (pode ser uma única pessoa ou um grupo de pessoas).
b) Mensagem: é o conteúdo (assunto) das informações que ora são transmitidas.
c) Destinatário: é aquele a quem a mensagem é endereçada (um indivíduo ou um grupo),
d) Canal de comunicação: é o meio pelo qual a mensagem é transmitida.
c) Código: é o conjunto de signos e de regras de combinação desses signos utilizado para elaborar a mensagem: o emissor codifica aquilo que o receptor irá decodificar.
d) Contexto: é o objeto ou a situação a que a mensagem se refere.
Partindo destes elementos constitutivos de todo ato de comunicação, Roman Jakobson, linguista russo, elaborou estudos acerca das funções da linguagem, e dividiu-as em seis:
1. Função referencial: A função referencial privilegia justamente o referente da mensagem, buscando transmitir informações objetivas sobre ele.
2. Função emotiva: através desta função o emissor imprime no texto as marcas de atitude pessoal: emoções, avaliações, opiniões.
3. Função conativa: esta função procura organizar o texto de forma que se imponha sobre o receptor da mensagem, persuadindo-o, seduzindo-o.
4. Função fática: esta função ocorre quando a mensagem se orienta sobre o canal de comunicação ou contato, buscando verificar e fortalecer sua eficiência.
5. Função metalinguística: é quando a linguagem se volta sobre si mesma, transformando-se em seu próprio referente.
6. Função poética: é quando a mensagem é elaborada de forma inovadora e imprevista, utilizando combinações sonoras ou rítmicas, jogo de imagem ou de ideias.
Essas funções não são exploradas isoladamente; de modo geral, ocorre a “superposição” de várias delas. Há, no entanto, aquela que se sobressai. Sendo, assim podemos identificar a finalidade principal do texto, através de sua função específica.

ARTHUR SALDANHA
Enviado por ARTHUR SALDANHA em 27/04/2012
Código do texto: T3635750

Comentários

Sobre o autor
ARTHUR SALDANHA
Diamantina - Minas Gerais - Brasil, 21 anos
18 textos (3807 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/08/14 23:27)