Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Colibri Deflora os Chats",de Urhacy Faustino

  Gosto de concorrer,pelo frisson da espera.Qdo sei de um concurso qualquer,aviso aos escribas de plantão,divulgo.Há quem esconda,com medo da concorrência,o que tem lá suas razões,como as de quem faz um vestibular ou pleiteia uma vaga de meprego:escondem o leite,as garras,o rabo-de-gato...
Mas parto do princípio que um texto(desde,claro,que a premiação já esteja marcada),para agradar a um número exato de membros de júri ,além de precisar ser bem escrito,original etc,tem corresponder ao gosto pessoal deles.Pode ser ótimo texto e não lograr êxito...
    Há uns tempos atrás,decidi mandar uma frase para Blocos On Line,sobre esse conhecido chão de estrelas,site que a Leila Miccolis,com sua afiada percepção poética e social,faz com o Urhacy Faustino.Mesmo depois de enviar a frase,divulguei bastante esse concurso permanente.Brinquei com a Leila,que o fazia,mesmo que isso diminuísse minhas chamnces.Ela preencheu-me a alma com o glitter do elogio:respondeu que a minha,brilhava ntre as demais...
Bom,escritor,por considerar escritos uns filhotes,tem dessas corujices.Fiquei feliz.Por um opúsculo simples...rsss
       Bom,o prêmio é um livro,que se pode escolher na vitrine do site.Por não conhecer o Uhracy,pedi "Colibri deflora os Chats",da Editora Blocos...Leila achou um no estoque.
       Eu adoro receber livros,e quando esse chegou,não fopi diferente.A capa,de Vanda Coutinho,moderna e de acordo com a temática,agradou-me: é azul de base,marinho.Repete uma página virtual.
À direita,no canto abaixo,um colibri,colorido como soi ser.E o título explicado:

              COLIBRI DEFLORA OS CHATS
         [Sexo,Amizade e Amor pela Internet]

     Na página de rosto,uma explicação:

["Não nos responsabilizamos pelas mensagens trocadas neste canal",costumam dizer as Home Pages das salas de bate-papos(chatters)."Qualquer semelhança com pessoas ou nomes (no caso Nicknames)é mera coincidência".dizem as obras literárias...Concluo então que a vida é de domínio público-desde que resguardado o direito à privacidade".]

            O livro é de 1997 e deve ter ajudado certas pessoas a afastar muitos fantasmas e temores outros,que a palavra "chatters" inspirava ainda.Há centenas de pessoas (e sei por causa das confidências que ouço em consultório)que morrem de vontade de conhecer e pertencer,mas morrem de medo também-assim como os audazes,que adoram novidades e aventura,entraram de cabeça nessa possibilidade da net...
            O prefácio intitulado "Gatos devoram Colibri",de Leila Miccolis é simplesmente espetaular.Para mim,que há anos estudo o fenômeno da Internet sobre a psique das pessoas,a elaboração da múltiplas faces que um nick permite e vários outros aspectos,encontrar o verbo desatado com tal maestria sobre o tema,foi um presente extra.
         A teatróloga e poeta,jornalista e mulher de tantos ofícios,Leila Miccolis,caracteriza "Cilibri Deflora o Chat" como um conto das Mil e Uma Noites pós- moderna.Não poderia ter sido mais precisa.A fascinante multiplicidade de espelhos a refletir histórias dentro de histórias,está exemplificada nesse romance.E a prefaciadora faz uma análise psicossocial dessa tendência hodierna com seu olhar atento de beija-flor,ela própria,a selecionar o pólen dos significantes e significados e explicá-los ao leitor.
              Achei interessante a obsevação,na página de créditos:
              [REVISÃO:
         DISPENSADA,UMA VEZ QUE O AUTOR OPTOU PELA FIDELIDADE À GRAFIA DOS CHATS:USO DE EMOTICONS,CARACTERETAS,CONSTANTES ABREVIAÇÕES E AUSÊNCIA D CEDILHAS E ACENTOS]

               O livro de Uhracy,em que pese a originalidade de quando foi lançado(há dias,recebi um conto para revisar,e o autor,que não conhece o trabalho do Urha,também desenrola a trama respeitando a dinâmica em um chat),é sobretudo,um livro corajoso,pois testemunha um tempo novo na comunicação,nas emoções e questões de gênero e de direito,nos eufemismos e neologismos,mas sobreudo,na liberdade de ser.
                O protagonismo é exercitado paralelo aos demis personagens,que falam em particular ou em aberto,enquanto as confidências,marcações e tendências podem estar sendo interpretadas como mentira ou verdade.
                Antes que o período de acontec~encia desse livro ocorram,o autor oferece logo dez "DICAS PARA UM RELACIONAMENTO SEXUAL,AMIGÁVEL OU AMOROSO PELA REDE".A didática das mesmas,de per si,já seve para apaziguar,tal e qual um turista que recebe manual de instruções sobre um país que visitará.
                  Os nicks são sugestivos,evocadores-e,como na vida não virtual,às vezes dizem absoluto contrário com a personalidade dos seus donos.As personas irão se abrindo ou caindo somente com o tempo de convívio e troca virtual,às vezes a proteger,até ao final,um e outro:alguns:Predadora,Libido,Boazuda,Bob,Eros,Paraíba,Pica,Joca,Caralho,Crau,Gigante,Bacurinho,Gay,Fêmea e uns tantos outros, além do incansável Colibri...
                   Como psicóloga,considero que a possibilidade de alguém trocar de nome ,raça,cor,característica e credo,além de caráter,possui a magia das Mil Noites à qual Leila se refere no início de seu profundo prólogo.A abertura para se poder usar o manto da invisibilidade e,estando no ar virtual,poder "conversar reservadamente" com fulano ou beltrano e quase smultâneamente voltar ao seu papel escolhido para aquele chatt,é ,de longe,uma das mágicas da Internet.
                    Urhacy,com simples mas elaborads trocas de diálogos,verdadeiros ou falsos,dos personagns,recria de maneira atraente,um Universo novo,onde se insere uma quantidade extraordinária(extra-ordinária)de criaturas a escancarar e/ou a fechar em ostras ,fascinantes ações de selfs borbulhantes no grande caldeirão da bruxa Internet.
                    Penso que a Editora Blocos deve fazer uma segunda edição e que esse livro deveria ser tema de congressos e seminários,tees de comunicação.
                    Leia quem puder...

Clevane Pessoa de Araújo Lopes,01/10/2005

Ah,minha frase premiada:
DESBLOQUEIE-SE:LEIA BLOCOS ON LINE

          E APROVEITO PARA AGRADECER Á LEILA,QUE MUITAS VEZES PERDEU HORAS FORMATANDO MEUS TEXTOS E NOTÍCIAS PARA SAÍREM EM bLOCOS,DESCONFIGURADAS POR TEREM SEGUIDO NO CORPO DO E-0MAIL(EU,TROGLODITA EM INFORMÁTICA,ENGATINHANDO NAS POSSIBILIDADES,A RECEBER TAL ATENÇÃO DESSA MESRA.E ELA TRABALHA EM UMA TESE,TEM O TEMPO A PINGAR DE CONTA-GOTAS...
          Dela,essa poesia,de um "savoir faire"incomparável,encontrada logo na primeira orelha de COLIBRI DEFLORA OS CHATS,feita "para o livro de Urahcy Faustino,um moço paulista,que é autor de literatura infanto-juvenil,faz versos e,á éepoca da edição,trabalhava no painel "O Exército de Joaninhas-da Policromia ao Albinismo"(confesso-me curiosíssima a rspeito do que vem a ser esse trabalho cito):

4 poemas de Leila Miccolis
 
(para o livro de Urhacy Faustino)

"As vezes,eis que a Internet imita a vida,
quando escreve em nossa tela:
TRA NSFERÊNCIA INTERROMPIDA...

Se fosse um filme,
o chatter gay,
nunca seria Dóris Day.
mas sim um outro,
berm mais modero;
NUNCA TE VI,SEMPRE TE...DEI.

vamos teclar sem rodeios:
nos chats
os fins justificam os mails...


...você some,
e eu invento um monte de indiretas,
só para esquecer-me de lembrar
que simplesmente me deletas".











clevane pessoa de araújo lopes
Enviado por clevane pessoa de araújo lopes em 09/10/2005
Código do texto: T58085

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autor e o link para o site "www.sitedoautor.net(Clevane pessoa de araújo lopes;(www.clevanepessoa.net/blog.php)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
clevane pessoa de araújo lopes
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 69 anos
555 textos (176709 leituras)
21 e-livros (13423 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:45)
clevane pessoa de araújo lopes