Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A propósito da sugestão de que a Internet é uma ameaça às culturas e às línguas, o que eu ...


Falar de si mesmo exige uma boa dose de cara de pau e coragem. Não tenho esse dom pois acho que tudo parece mentira e pretensão. Então quem me conhece que me julgue.

A propósito da  sugestão de que a Internet é uma ameaça às culturas e às línguas, o que eu ponho em dúvida e da ameaça da Internet em outros campos, saiu um livro do historiador britânico Andrew Keen, que não foi traduzido para o português.A tradução à letra do título inglês "The Cult of the Amateur How today's Internet is killing Our Culture and assaulting our Economy" é "O culto do amador- Como a Internet dos dias de hoje está a matar a nossa cultura" .Veja a capa da edição inglesa.

Os novos ventos digitais, a partilha do espaço virtual anunciam grandes mudanças nos meios e modos de comunicação. Todos nós podemos participar, ótimo, mas muitos atrapalham mais do que formam opinião e informam! Refiro os blogues que se multiplicam e a falta de ética que reina neste espaço. A Internet permite o anonimato ou outras formas de não identificação, o que explica  que se "pense" que não existem regras éticas a respeitar. Um assunto que merece a nossa reflexão. O "culto do amador" segundo Keen legitima uma degradação acentuada de critérios de qualidade de muitas atividades. Para o autor as novas tecnologias associadas à rede estão a permitir a "ignorância" vir "disfarçada" de saber, permitir ao "amador" que pensa que pode competir com os profissionais apenas porque pode editar no blogue o que lhe vêm à cabeça; pela pirataria generalizada na rede, pela vulgarização do plágio; pela impossibilidade de no mundo digital se autenticar a "verdade".
 
A Folha de S Paulo publicou recentemente entrevista com Andrew Keen. Recomendo que leiam. Porque nós somos uma comunidade virtual. Como eu, pessoalmente, acredito na nossa contribuição como  "comunidade" para o diálogo entre povos, desde que se definam objetivos, métodologias e, principalmente, que se respeite o bom senso ou melhor a ética na convivência. Suponho que há que encarar os fatores positivos e negativos da NET quando adotada como instrumento de diálogo e de valorização da língua portuguesa/culturas. E nos informarmos a respeito sobre estas polêmicas. De que lado estamos?
 
Respondeu Keen à pergunta da Folha de S Paulo: O sr. fala em "darwinismo digital" para descrever o funcionamento dos blogs.
"Sim, é a sobrevivência do mais adaptado, o que, no caso dos blogs, significa os que escrevem mais. A blogosfera é muito competitiva e masculina, é um jogo em que, para você ganhar, alguém tem que perder. Não é lugar para conversas ponderadas. "
 
Será assim? Ou somos capazes de adotar alternativas democráticas e éticas?
 
Leiam mais a respeito deste assunto http://guilhes.blogspot.com/2007_07_01_archive.html e nos muitos jornais editados em português que tem abordado este assunto.
 
Não acabemos com a nossa "vitalidade cívica" aqui.
 
Margarida Castro
A língua portuguesa é o nosso elo?
Douglas Lara
Enviado por Douglas Lara em 11/09/2007
Código do texto: T647909
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Douglas Lara
Sorocaba - São Paulo - Brasil, 79 anos
517 textos (133735 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 01:12)