Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Rondel à minha princesa-menina

Ah! Minha doce princesa-menina,
não suporto ver-te sofrer assim.
As lágrimas vertendo-te da retina
ferem-me o coração qual estopim.

Desilusão faz parte da vida; é sina
e não é colorida como um jardim.
Ah! Minha doce princesa-menina,
não suporto ver-te sofrer assim.

E pensar naquela pequena bailarina,
delicada e viçosa flor de jasmim
hoje melancólica. Saia já desta rotina!
Reaja! Faz na tua vida um motim!
Ah! Minha doce princesa-menina.


NOTA:

Publicado na antologia "Poemas Dedicados". Págs. 34, 35. 1a. Ed. Rio de Janeiro: Câmara Brasileira de Jovens Escritores - CBJE (Br Letras), 2006.

Mallmith
Enviado por Mallmith em 31/10/2006
Código do texto: T278053
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mallmith
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 58 anos
173 textos (4920 leituras)
3 e-livros (184 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 11:03)
Mallmith