Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Talvez

Todo meu grande amor não é bastante.
Eu sinto no silêncio que te impões
que o teu amor imprime condições
para existir. Não vive de rompante

e não se mostra aberto ao argumento
arquitetado pra te conquistar.
Eu fui desarvorado. Quis tentar
tua afeição, e choro este lamento.

Ou mais sejas cruel na negativa,
ou tenhas medo desse amor, talvez.
Não posso criticar este teu gesto.

Eu não sei bem se meu amor cativa
ou se repele. Eu tento uma outra vez,
ainda assim não sei dizer, de resto.
Paulo Camelo
Enviado por Paulo Camelo em 18/01/2006
Código do texto: T100601
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Paulo Camelo - www.camelo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Paulo Camelo
Recife - Pernambuco - Brasil, 68 anos
909 textos (260298 leituras)
36 áudios (10733 audições)
6 e-livros (1686 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 09:51)
Paulo Camelo

Site do Escritor