Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fabela do príncipe encantado

__Vivo a coaxar meu sofrimento!
Lamenta o sapo nas águas baldias.
__Passo as noites ruminando os dias
à espera que me ouçam meu lamento!

Por um milagre foi nesse momento
que por ali passava uma serpente:
__Que há amigo, tu estás doente?
    Do que será o teu padecimento?

__É que eu sou um príncipe encantado!
Fui, por uma megera, enfeitiçado
até que ganhe um beijo de paixão.

Beija-o, consternada, a serpente.
O sapo desencanta, e, feito gente...
esmaga-a a cabeça com as mãos.
Herculano Alencar
Enviado por Herculano Alencar em 20/01/2006
Reeditado em 23/01/2006
Código do texto: T101455
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Herculano Alencar
São Paulo - São Paulo - Brasil, 62 anos
1335 textos (57862 leituras)
5 áudios (264 audições)
13 e-livros (3211 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 15:00)
Herculano Alencar

Site do Escritor