Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não esperas mais que eu cante

O que atormenta este meu coração
não muda esta verdade: eu não sou mais
aquele que te amou tempos atrás,
quando eu compus pra ti uma canção

que só falava de amor e paz,
uma canção suave, penetrante.
E agora não esperas mais que eu cante
a mesma ode. Hoje eu não sou mais

o mesmo amante, eu não sou mais ninguém.
Só vejo dissabor no meu viver,
já não sou nada, não me amei bastante.

Eu não consigo acreditar que alguém
ainda pense em mim. Não sei por quê.
Só sei que penso em ti a todo instante.
Paulo Camelo
Enviado por Paulo Camelo em 20/01/2006
Código do texto: T101595
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Paulo Camelo - www.camelo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Paulo Camelo
Recife - Pernambuco - Brasil, 68 anos
909 textos (260292 leituras)
36 áudios (10733 audições)
6 e-livros (1686 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:56)
Paulo Camelo

Site do Escritor