Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CREDO

Eu creio no perfume das mulheres
e no frescor da carne feminina.
Creio no amor, no gozo e em seus misteres,
a dádiva maior da mão divina.

Eu creio na beleza - e se disseres
que há mulher feia, é que não tens a sina
de ter mãe viva ou esposa entre as mulheres,
nem tens irmãs ou filha pequenina.

Eu creio na mulher – a singeleza,
vigor e bem, poder reprodutivo,
sacrifício, humildade, amor, pureza.

Eu creio enfim, que a humanidade, a vida,
vem tudo da mulher - ser primitivo,
benção de Deus à terra atribuída.

(Soneto editado no livro SAFIRAS E OUTROS POEMAS, de 1960)
João Justiniano
Enviado por João Justiniano em 23/01/2006
Reeditado em 04/03/2006
Código do texto: T102867

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ex: cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Justiniano
Salvador - Bahia - Brasil, 96 anos
619 textos (19599 leituras)
13 e-livros (1027 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 14:10)
João Justiniano