Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

COLAR DE PÉROLAS

Com letras de ouro desenhar quisera,
Bordadas com pedaços de safira.
Em cada estrofe um pouco de quimera,
frouxos retalhos d'alma em cada lira.

Dos céus roubara estrelas se pudera,
gotas de orvalho às nuvens eu pedira.
Punhados eu tomara à estratosfera,
para escrever, se Deus mo permitira.

Do mar descer pudesse à profundeza,
voltar trazendo rutilantes pérolas,
dessas que servem só à realeza!

Teu nome pontilhar em letras  cérulas,
amada e musa, dúvida, princesa!
Fazer-te em versos um colar de pérolas.

soneto editado no livro SAFIRAS E OUTROS POEMAS, de 1960)
João Justiniano
Enviado por João Justiniano em 23/01/2006
Reeditado em 04/03/2006
Código do texto: T102876

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ex: cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Justiniano
Salvador - Bahia - Brasil, 96 anos
619 textos (19611 leituras)
13 e-livros (1027 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 09:41)
João Justiniano