Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
MOIRAS


Qual fiel Penélope que tecia de dia,
E à noite, o que fizera antes, desfazia,
As Moiras fiam os destinos dos atores,
Onde cada um sabe de seus Amores.

Não há nenhum destino imutável
Exceto aquele que é a morte.
Amar torna-se Tarefa inadiável
Prá decidir qual o Consorte.

Não existe acaso nem sorte.
Cada um faz seu Caminho.
Escolhe seu sul ou seu norte,
Prá encontrar o seu Carinho.

Amor é a Linguagem sublime
Em que o Coração se exprime.

Moacir et Selena
06/janeiro/2002


Moacir et Selena
Enviado por Moacir et Selena em 06/02/2006
Reeditado em 06/02/2006
Código do texto: T108592

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome dos autores e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Moacir et Selena
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 74 anos
736 textos (71178 leituras)
8 áudios (1059 audições)
5 e-livros (2339 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 22:09)
Moacir et Selena

Site do Escritor