Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Hades


Ausento-me por vezes de mim mesmo
e a esmo, caminhante por umbrais,
não mais percebo a tênue claridade
e um hades na penumbra cresce mais...

Perscruto a solidão, sigo indefeso
e preso às sensações inaturais
de tais lucubrações – louca ansiedade,
vontade em não voltar de lá jamais...

Mas volto – ainda vazio – ao frio quarto
e parto a minha mente em mil pedaços
sem laços pra romper com meu passado.

Cansado ainda de mim eu adormeço
e esqueço enfim meu pesadelo interno
do inferno em que vivi quando acordado...

Poeteiro
Enviado por Poeteiro em 08/02/2006
Código do texto: T109262
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeteiro
Santos Dumont - Minas Gerais - Brasil
440 textos (10789 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 08:03)
Poeteiro