Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TEMPESTADE NO MAR...

Em pleno verão, a bordo de um barco pesqueiro de nossa propriedade, perto do Arquipélago de Abrolhos, no extremo Sul da Bahia, depois de umas três horas de navegação, quamdo empreendíamos a viagem de volta para Caravelas, vivemos algumas horas de terror, como se estivéssemos personagens desses filmes de naufrágio, tão bem encenados pelos gênios do cinema. Lá se vão quase vinte anos! No afã de deixar minhas memórias em versos, achei por bem compor este soneto e outro poema que intitula-se "Mar em Fúria" e que publicarei ainda nesta semana.

Barra Grande, Paraíso Perdido da Baía de Camamu,
Estado da Bahia - Brasil, 4 de fevereiro de 2006.

O mar que espraia na areia
Em ondas brandas e espumas
Me lembra u´a cena tão feia,
Ondas Gigantes entre Brumas!...

Em mar aberto, bravio,
De pânico e desespero...
Nossa vida por um fio
Naquele barco pesqueiro...

Quanto horror neste cenário...
Uma espécie de Calvário
Que o destino nos pregou...

Já reféns da tempestade,
Deus! Com toda Sua Bondade
Interveio e nos Salvou!...

Ricardo De Benedictis
Enviado por Ricardo De Benedictis em 09/02/2006
Reeditado em 11/02/2006
Código do texto: T109658

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ricardo De Benedictis
Vitória da Conquista - Bahia - Brasil, 77 anos
1214 textos (272317 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 21:58)
Ricardo De Benedictis