Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONETO DE TRISTEZA

NO ADORNO ROMÂNTICO DE MEU VIVER
TENTO SOMENTE NÃO RECONHECER
O CALOR HUMANO QUE NOS FAZ ENVOLVER
TODA A REALIDADE DE MEU POBRE SER

NO ENTARDECER,PROCURO AS PALAVRAS SEM ME ENVAIDECER
TUDO AQUILO QUE FOI-ME JOGADO AO VENTO DE MEU BEM-QUERER

TRISTE SOU,POIS NÃO SEI SOBREVIVER
EM MEIO AS DESILUSÕES  DE MEU SER,
E DIANTE DE TANTAS PIEGAS PALAVRAS DE PARECER

SINTO VEROSSÍMEIS SENTIMENTOS EM MEU CARÁTER
DE PURO AMOR,PURA FELICIDADE PARA ABSORVER
TODOS OS MELHORES SENTIMEMNTOS DE TODO O MEU VIVER...

Messina
Lívea Messina Nunes
Enviado por Lívea Messina Nunes em 18/02/2006
Código do texto: T113470

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (nome). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lívea Messina Nunes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 38 anos
689 textos (74317 leituras)
3 áudios (517 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:25)
Lívea Messina Nunes