Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CAMA VAZIA:

Cama vazia:


Neste momento olho minha cama vazia.
Meu travesseiro sem dona esta, sozinho.
Como eu naquela cama, grande de mais.
Me, faz sentir, sua ausência, seu carinho.

Seu corpo, naquele espaço onde dormia,
Não tem mais calor, ficou apenas o gelo.
Que faz, as minhas noites, intermináveis.
Sem esperanças, de voltar, a vela um dia.

Olho a penteadeira, apenas restos, tem lá.
De perfumes, esmalte a escova de cabelo.
No guarda roupa seus vestidos, guardado.

Para lembrar que um dia tu morastes aqui.
Que, tu fizeste, parte desta casa e de mim.
Como, fui parte de você, em seu, passado.

Volnei R. Braga

Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 26/02/2006
Código do texto: T116243
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147475 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:31)
Volnei Rijo Braga