Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CENA DA ROÇA

O sol descamba na agonia do poente!
O gado volta às cercanias do curral,
Mugindo triste, a dor do companheiro ausente
Levado a pouco para os ganchos do tendal!

A noite cai, voraz, qual lúbrica serpente,
Abocanhando tudo, em mágico ritual!
O candeeiro bruxuleia! Impaciente,
Alguém enxota o vira-lata pro quintal!

No silêncio da noite, o baque da porteira!
Pia a coruja, ronca ao longe a cachoeira
E o baio, no curral, relincha e cabriola!

O sertanejo, à mesa, come carne assada!
Cutuca os dentes, cospe, toma outra golada
E chora uma saudade, ao toque da viola!
Lucan
Enviado por Lucan em 26/02/2006
Reeditado em 08/04/2006
Código do texto: T116424
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lucan
Salesópolis - São Paulo - Brasil, 85 anos
1985 textos (86939 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 18:12)
Lucan