Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A BUSCA



No denso bosque do meu pensamento
Procuro o verso genial  profundo
Que jaz adormecido em esquecimento
Como uma pedra nobre em poço fundo

Anseio aquela ideia preciosa
Que há-de tecer poema de cetim
Qual leve e subtil colcha sedosa
Urdida em tear de oiro e marfim

Mas busco-a a sós comigo e silente
Pois sei que se atrapalha receosa
Se encontra pelo caminho sons e gente

E é na calma noite misteriosa
Que ela vem possuir-me amorosa
Despindo-se de versos lentamente


Carmo Vasconcelos
(In “Despida de Segredos”)
Carmo Vasconcelos
Enviado por Carmo Vasconcelos em 17/04/2005
Código do texto: T11648
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Carmo Vasconcelos
Lisboa - Lisboa - Portugal
203 textos (15408 leituras)
62 áudios (7662 audições)
15 e-livros (1367 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 18:09)
Carmo Vasconcelos