Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O CORPO DA NOITE

Vem, mas vem sem pressa
Pois meu entardecer
Ainda está em compasso de espera
E não quer perecer
 
Minha réstia de sol ainda brilha
E consegue iluminar o caminho,
Clareia até mesmo a trilha
Onde estão a cantar os passarinhos
 
Vem, mas vem de mansinho
Cubra com seu véu lentamente
Esse pequeno facho de luz existente
 
E ao chegar assim, devagarzinho,
Me encontrará certamente
Adormecida, ao som da viola pungente...


13.03.2004
Vitória-ES
 
Baby
Enviado por Baby em 09/03/2006
Código do texto: T120956
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Baby
Vitória - Espírito Santo - Brasil
587 textos (21960 leituras)
2 e-livros (177 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:14)
Baby