Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lirismo no Amor

Para que te procurar se estás em todo lugar,
onde meu olhar em ritual começa a passear,
moras na estrela sem nome, lírio encantador,
vagueias cantando entre os marulhos do mar
 
e brisas da pura quietude voando esplendor,
teu passo  arrasta a sublime  poesia do amor,
meu amado, teus olhos do castanho da tarde
serenam a ansiedade, pondo-me nos sonhos
 
onde rumor de beijos sorridentes me invade
trazendo  teus dons de aurora aos caminhos,
que tão bem te conhece como o meu homem!
 
Da ternura e loucura silenciando a montanha,
ao lirismo que faz o oceano suspirar também,
ouça essa minha nudez adolescer e me tenha!
 
Santos-SP-12/03/2006

1-Doce Mistério
Inês Marucci

Como amantes ditosos somos um só vulto,
d’uma só gota de lua voou ao léu no vento,
pariu a noite grande suspiro em nosso peito
deixando um sol sozinho vaguear ao relento!

Amantes deslumbrados, sem fim nem morte,
a nós resta eternidade enorme de sul a norte,
enquanto a última pétala a rosa despetalar,
todo céu em mãos de ninho será o nosso lar!

De todas as verdades que já foram faladas
e todas as  mentiras absurdas mais veladas,
nada me diz mais que o dengo dos olhos teus,
recita amor perfeito e dita emoção nos meus!

Durmo co’as noites que em sonhos te trazem
e acordo nas mãos ávidas que amor me dizem,
coisa que o mistério dos mistérios não explica,
o corpo treme feliz e toda a minh’alma brinca!

Em cada leito solitário um sol chora e lamenta
dois amantes cuja cama é um chão de estrelas,
deslumbramento faz melodia  em marcha lenta
afagando nossas almas abraçadas e tranqüilas!


Santos-SP-12/03/2006
Inês Marucci
Enviado por Inês Marucci em 12/03/2006
Código do texto: T122248
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Inês Marucci
Santos - São Paulo - Brasil, 54 anos
584 textos (23406 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 17:59)
Inês Marucci