Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VEREDAS DE SOFRIMENTO

*Fanny*

Coração triste em eterno descompasso
não soube vislumbrar as veredas das estrelas
tropeçou na Razão...perdeu o passo
Agora vagueia desencontrado das paralelas.

A voz calou-se, aprisionou murmúrios
desfez enigmas, confessou segredos
abrigou sussurros eternos, doces augúrios
tresmalhados agora em infinitos degredos.

Dias e dias de clausura, sem vida
labirínticos horizontes em enorme agonia
alma lacrimejando de dor...vencida!

Trilho agora o destino sem alegria
Vãs utopias que deixaram sofrimento
nos caminhos floridos do pensamento.

 

Fanny Estrela
Enviado por Fanny Estrela em 15/03/2006
Código do texto: T123625

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fanny Estrela
Portugal
230 textos (6828 leituras)
1 e-livros (100 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:10)
Fanny Estrela