Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto Dote

 Longe do sacrifício,inútil e estéril
 Do braço que fere, ao sublime aconchego
 Do holocausto,a paciência, o sossego
 Da indiferença, ao afeto precedente

 Mas ao que retrata, não dirá compaixão,
 Tal quanto ao medo se dê a estrutura,
 Que a nua imagem grega seje rasurada,
 Se não for sóbrio o toque que me afaga

 Que não se manifeste o suplício,
 E quão pouco, seu mortificante efeito agrade
 Pois se tornará transparente toda a incerteza

 Porque os olhos são autores da verdade,
 A realeza do amor, inimiga da astúcia
 E é então o mar de dúvidas transborda o princípio sem fim.
Lidianery Massari
Enviado por Lidianery Massari em 20/03/2006
Código do texto: T125633

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria própria de Lidianery Massari). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lidianery Massari
Jacutinga - Minas Gerais - Brasil, 30 anos
17 textos (544 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 12:57)
Lidianery Massari