Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESEJO DE INFINITO




Queria saciar esta sede de infinito…
Mitigar dos meus sentidos esta fome
que eu sei e sinto me consome
mas não aceito nem admito!

Vivos e despertos estão meus sentidos.
Minha boca queima, arde de desejos.
Mas evito e fujo de quaisquer ensejos.
Tenho medo de anseios incontidos!...

Queria adejar no tempo e no espaço,
aninhar-me no conforto dum abraço,
esquecendo momentos já vividos…

Vivo um estado de espírito complexo.
Tanto desejo o ardor desse amplexo,
quanto choro os beijos já perdidos!




 



HELENA BANDEIRA
Enviado por HELENA BANDEIRA em 20/03/2006
Código do texto: T125943
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
HELENA BANDEIRA
Portugal
397 textos (11665 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:29)
HELENA BANDEIRA