Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FECHADURA

FechaDura
© Lílian Maial


A chave do soneto é a poesia
que as portas do meu peito não comportam.
Se arrombas meu umbrais de fantasia,
os versos do miolo sempre entortam.

No molho dessas chaves tenho a guia,
que afrouxa as emoções que me recortam.
A lua, vil chaveiro, desconfia.
À noite, só estrelas me confortam.

É na palavra, dura realidade,
forjada em aço, tola veleidade,
que a fechadura não gira direito.


Que seja a dor, a única a se abrir,
e em cada verso eu possa ver partir
o teu amor, trancado em outro peito.


***************
Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 23/03/2006
Código do texto: T127489

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.lilianmaial.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Lílian Maial
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1158 textos (248663 leituras)
21 áudios (13707 audições)
3 e-livros (1280 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 23:59)
Lílian Maial

Site do Escritor