Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BANQUETE INFAME

Castiçais com velas, brindes, taças tilintando,
Sons chalreantes, renintentes, inundam meus ouvidos,
Sem motivo aparente os presentes vão brindando,
Aos fúteis e inúteis anos já vividos.

Estômagos cheios, caracteres desnutridos,
Corpos robustos e almas definhando,
Nem sabem ao certo o que estão comemorando,
Ingurgitam pratos caros e dessaboridos.

Ninfas com feições anêmicas e anoréxicas,
Padres, pastores, políticos e lésbicas,
Vibram, tomam vinho e comem lagosta,

E duas senhoras cheias de fineza e banha,
Devoram com volúpia uma iguaria estranha,
Que futuramente transformar-se-á em bosta.
Luiz Gonzaga Leite Fonseca
Enviado por Luiz Gonzaga Leite Fonseca em 25/03/2006
Reeditado em 18/10/2012
Código do texto: T128451
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luiz Gonzaga Leite Fonseca
São Paulo - São Paulo - Brasil, 2015 anos
30 textos (1893 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:45)
Luiz Gonzaga Leite Fonseca