Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desabafo

Não sei fazer soneto
e isso me deixa por demais constrangido
faço contos, crônicas, poesias...
mas, daqueles tais, nem mesmo um rugido

Duas estrofes oito linhas
quatro estrofes quatorze versos
por que não consigo a justa medida?
que grande mistério há neste universo?

Resta-me apelar ao inteligível
ou levantar bandeira branca
a continuar nessa batalha invencível

Se ao menos uma sem rima
uma dúzia de versos amontoados
ainda assim seria minha obra prima
Heli de Abreu
Enviado por Heli de Abreu em 29/03/2006
Reeditado em 14/09/2008
Código do texto: T130299

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Heli de Abreu
Itapecerica da Serra - São Paulo - Brasil, 36 anos
43 textos (5347 leituras)
1 e-livros (64 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:51)
Heli de Abreu