Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AS CONTAS DO MEU ROSÁRIO

AS CONTAS DO MEU ROSÁRIO



Tudo que um poeta escreve ou guarda na memória
São pérolas que abrigam todo seu segredo...
Umas ficam guardadas no porão do medo,
Outras são foscas, e outras vão brilhar na glória.

Talvez, de poeta eu seja um simples arremedo,
Mas sei que há no meu sangue um gene com essa história;
E se não nasce um rei da plebe ou da escória
O poeta traz no sangue o fungo, este levedo,

Que faz de uma palavra um verso, ou mesmo um poema,
De pequeninas gotas de orvalho um diadema
Ou de morrer de amor somente o seu fadário.

Na minha timidez, aqui no meu recanto,
Mesmo que sejam foscas, muita vez me encanto
Com estas contas, que eu conto aqui, no meu rosário.

Raymundo de Salles Brasil
Enviado por Raymundo de Salles Brasil em 31/03/2006
Código do texto: T131449
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Raymundo de Salles Brasil
Salvador - Bahia - Brasil, 83 anos
237 textos (6825 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 21:31)
Raymundo de Salles Brasil