Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CATETER, DOR, MULHER E HOMEM - brincadeira com Candelária e Osmar

Cateter, dor e mulher e homem
Lílian Maial


Meus queridos cantadores,
No repente, peço a bênça.
Há também outros fatores
Pra abolir a desavença:

O cateter – indolor,
Se introduz na veia e some,
Igualzinho ao mal de amor,
Que provoca em nós os homi.

A muié, coitada dela,
Por paixão, tão dedicada,
Se engambela por tão pouco.

Comparado a essa novela,
O cateter não dói nada,
Esses homi é que são lôko!

*********
Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 03/04/2006
Código do texto: T133275

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.lilianmaial.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Lílian Maial
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1158 textos (248690 leituras)
21 áudios (13707 audições)
3 e-livros (1280 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:27)
Lílian Maial

Site do Escritor